quinta-feira, 27 de agosto de 2015

TV: TOP NOVELAS MEXICANAS



Estreando nosso tópico Tv, vamos falar de novelas mexicanas

 

TOP NOVELAS

 

Vamos citar as mais lembradas

 

A Usurpadora  (La Usurpadora) 1998 dirigida por Beatriz Sheridan e criada por Inês Rodena.

 





Todos nós sabemos que conta a história das irmãs gêmeas idênticas e totalmente diferentes de personalidade que foram separadas na infância. Paulina que é pobre e Paola Bracho que é riquíssima.
Paola frustrada e cansada de sua vida, resolve viajar para se divertir com um de seus amantes, nessa viagem encontra Paulina em um toalete. Ela vê na jovem uma oportunidade perfeita de se ver livre de sua família, então planeja uma usurpação - ela propõe a Paulina que se passe por ela durante um ano na mansão da família de seu esposo, e a princípio Paulina nega.
Através de uma ameaça consegue que Paulina acabe aceitando.
Durante a estada de Paulina na mansão da família Bracho, ela aprende a ser como Paola sem ser reconhecida, e se vê entre uma família desestruturada, percebe que há pessoas que precisam de sua grande dedicação naquele lar. Paulina, então, começará a mudar a vida da família Bracho, se tornando um anjo na vida de cada qual
que necessite de sua presença e de suas palavras, conseguindo contribuir e modificar positivamente o destino de todos os que lhe cruzam o caminho, mas não sem antes sofrer e pagar caro por todos os erros cometidos por Paola no passado. Interpretada por Gabriela Spanic e Fernando Colunga.






O tema de abertura "La Usurpadora" é interpretado por Pandora.
A novela é sucesso mundial, sendo só no Brasil reprisada 6 vezes, e recentemente finalizou sua sexta exibição nesse mês, no dia 26.
É um remake de La usurpadora, telenovela venezuelana de 1973.






Pelo estrondoso sucesso, a novela teve um extra, lançado logo após o seu final, que mostraria o
que aconteceu com  a família Bracho após o casamento de Paulina com Carlos Daniel, esse especial
foi intitulado "Além de A Usurpadora". (Más allá de la usurpadora)
A atriz em cena com Miguel de Leon, na época seu marido, que interpreta seu amante:











A princípio foi convidada para interpretar as gêmeas a atriz e cantora Thalia, mas tendo recusado,
a personagem ficou com Gaby Spanic que também era cotada pra o papel.
Em algumas cenas das duas irmãs, Daniela Spanic, irmã gêmea da atriz fez o papel de dublê.
A novela até hoje é campeã de audiência em sua reprise no Brasil, e a atriz venezuelana Gabriela
Spanic tem uma legião de fãs, principalmente no Brasil, sendo muito bem recebida toda vez que visita o País. A atriz atualmente mora no México e tem um filho.










Também vimos Gaby atualmente na novela inédita "A dona" (Soy tu Dueña) ao lado de Lucero e
Fernando Colunga, exibida pela primeira vez no sbt.





Paola é uma vilã famosa e amada por todos na internet.






 

Maria do Bairro  (María la del Barrio) 1995 dirigida por Beatriz Sheridan e também criada por Inês Rodena

 

 

Thalia interpreta a personagem título, uma garota pobre e graciosa que, após a morte da madrinha, é levada para morar na mansão da rica e influente família Dela Vega, pelo patriarca e se apaixona por um dos filhos dele, tendo que vencer a hostilidade dos demais moradores.
Fernando Colunga interpreta o seu par romântico na trama, um rapaz inconsequente, que no início quer apenas brincar com ela, mas acaba se apaixonando e muda de vida ao conhecer Maria.






A novela também conta com a participação da atriz mexicana Itati Cantoral, que se destacou interpretando a maléfica Soraya Montenegro, esta foi considerada a maior vilã das telenovelas mexicanas, ganhando então vários troféus pela sua interpretação, inclusive o famoso prêmio da revista "TvyNovelas", como a melhor vilã do século.
Itati também é cantora e dançarina, foi casada com ator Eduardo Santamarina com quem teve 2 filhos, depois se casou de novo e teve mais um filho.
Ela é grande amiga de Thalia, que é madrinha de seus gêmeos.






Itati atualmente:






Fora das novelas em momentos descontraídos:








O tema de abertura é interpretado por Thalia.
A novela Maria do Bairro como todas as novelas de Thalia fez muito sucesso nos Países em que foi exibida, contando também com algumas reprises no Brasil.
Baseada em "Los ricos también lloran" (1979), que por sua vez é um remake da produção venezuelana Raquel (1973).






Cena em destaque:







Thalia atualmente:





Se afastando das telenovelas desde sua última novela "Rosalinda" Thalia, se dedica mais a família
e a sua carreira de cantora e empresária.
É casada desde 2000 com o diretor executivo da Sony Music; Tommy Mottola com quem tem um casal de filhos.
Maria do Bairro foi uma grande novela que deixou saudades:















Rubi  (Rubi) 2004 dirigida por Benjamín Cann criada por Yolanda Vargas Dulchè






Teve como protagonista/antagonista principal Bárbara Mori.
Foi uma novela de grande popularidade por apresentar uma vilã como protagonista, sendo refilmagem de um sucesso de 1968.
No coração de Rubi reina uma luta constante entre o desejo de toda mulher de encontrar o verdadeiro
amor e uma obsessão desesperada pelo dinheiro. Se o destino negou uma boa situação econômica, em relação favoreceu uma extraordinária beleza física, ela é morena, possui cabelos longos, corpo
escultural e olhos verdes. E Rubi está decidida a utiliza-la para casar-se com um homem rico que
a brinde com a vida de luxos a que aspira.
A novela também conta com os co- protagonistas Eduardo Santamarina, Jacqueline Bracamontes e
Sebastián Rulli. Teve uma versão filipina.






Rubi estuda em uma universidade privada graças a uma meia bolsa e ao apoio de sua irmã Cristina.
Na universidade ela se faz amiga de Maribel, uma garota milionária, mas doce e sensível, a quem
um acidente deixou deficiente de uma perna.
Maribel passa a namorar virtualmente com Heitor, e logo decidem se encontrar,  Heitor apresenta a
Rubi seu melhor amigo, um jovem médico ortopedista chamado Alessandro, e também entre eles nasce um profundo amor.
Rubi convencida de que terá a vida que deseja ao lado de Alessandro, tem uma imensa decepção ao
descobrir que ele vem de uma família pobre.
Agora, Rubi está mais decidida que nunca a casar-se com um milionário, e para chegar lá está disposta a cometer a pior das traições: roubar de Maribel o amor de Heitor.








:









Foi exibida pelo Sbt em 2005 e teve três reprises na emissora.
Rubi é uma novela muito interessante, nos apresenta o outro lado da moeda, a perspectiva
principal de uma vilã que fará o pior para sempre se sair bem e manipular a tudo e todos.
Contudo o tema passa  uma lição valiosa.
A sexy abertura da novela "La descarada" é interpretada por Reyli Barba:















A atuação da atriz uruguaia Barbari Mori Ochoa é fenomenal e sem dúvida um dos pontos fortes da filmagem.
Hoje em dia, distante das telenovelas, ainda podemos ver Barbara no cinema em diversos filmes, e na atual série "Dos Lunas" exibida pelo FX.
Ela tem um filho com o ator Sergio Mayer, com quem se relacionou.







"Rubi. Tão bela quanto perigosa."








Meus quinze anos  (Quinceañera) 1988 produzida por Carla Estrada e criada por Pedro Damían

 






Foi a segunda telenovela escrita por René Muñoz. Adaptada do filme de mesmo nome e de autoria dele próprio, o folhetim inovou ao ser tornar uma das primeiras de seu país a tratar de assuntos até então considerados tabus, tais como gravidez na adolescência, drogas e gangues.
A trama foi protagonizada por Adela Noriega e Thalia.







Maricruz e Beatriz estudam juntas e são melhores amigas. Ambas estão prestes a completar quinze anos e sonham com suas respectivas festas de debutantes.






Beatriz é uma menina rica que não se sente amada pelos próprios pais. Sua mãe, a renomada advogada Ana Maria, não tem tempo para se dedicar à filha por causa do trabalho e seu pai tenta comprar a afeição da filha através de presentes caros, mas ela quer a atenção deles e não carinhos materiais.
Maricruz é uma garota pobre que é apaixonada pelo mecânico Pancho, mas sua mãe, a ambiciosa Carmen, não permite o namoro, por querer um homem rico para a sua filha.
A trama foi exibida pelo Sbt em 1991.







É uma das primeiras novelas de destaque da atriz Adela Noriega, que mais tarde protagonizou
as tramas de sucesso: O privilégio de amar, Maria Isabel, Amor Real, e Manancial.
Hoje em dia está afastada da televisão.







Foi a segunda novela protagonizada por Thalia, que já causou polêmica em sua estréia.
Thalia canta o tema de abertura na banda Timbiriche.






 Essa novela me marcou a infância de muitos em sua época de exibição.






 

A Outra  (La Otra)  2002 criada por Liliana Abud e dirigida por Benjamín Cann






Yadhira Carrillo protagoniza e ao mesmo tempo antagoniza a trama, junto a Juan Soler.
Quando a história tem início, Carlota e Eugênia são duas jovens irmãs filhas de Bernarda.
Bernarda administrou com eficiência os bens que Leopoldo deixou para suas filhas, tornando-se uma mulher rica e poderosa. Mas o dinheiro passou a ser a sua única paixão.
Carlota apaixona-se por Álvaro, um jovem estudante de medicina. Seu amor é correspondido, mas Bernarda proíbe a relação. Ela não quer que Carlota se case, para que não precise dar a herança a ela.
Quando Eugenia morre devido a complicações no parto, Álvaro decide visitar Carlota, e não sabe que Carlota tem uma irmã mais velha então supõe que seja a sua amada que morreu. Bernarda percebe a confusão do rapaz e usa isso para afastar Álvaro, dizendo que quem morreu foi Carlota. Ele deixa a cidade, convencido de que seu grande amor morrera, e Carlota não entende porque ele partiu.






Na nova cidade, Álvaro conhece Cordélia, uma mulher que não é do mesmo sangue, mas que é perfeitamente idêntica a Carlota. Uma não sabe da existência da outra.
Cordélia é petulante, ambiciosa e vulgar. Ela é cruel, interesseira, pisa nas pessoas, e não pensa duas vezes em se envolver com um homem que possa lhe trazer alguma vantagem. Conhece Álvaro, que fica impressionado com a semelhança dela com Carlota.
Cordélia fica sabendo de sua semelhança com Carlota e passa se vestir igual a ela encantando Álvaro.
Enfim, consegue casar-se com Álvaro, mas mantém uma relação com Adriano.
Dez anos passam e eles têm uma filha, a doce Natália, que adora os dois, apesar do mau gênio da mãe. Álvaro não consegue esquecer Carlota, e faz um tipo de memorial dela, e um quadro também, o que deixa Cordélia revoltada.






La otra foi exibida em 2004 pelo Sbt  e sua história emocionou por ser romântica e tocante.






A Abertura original é cantada por de Edith Márquez e Benny Ibarra  :






Possui cenas marcantes e muito emocionantes.















BÔNUS: 

TERESA 2010 Criada por Mimí Bechelani e dirigida por Mónica Miguel.

 

 

O papel título foi protagonizado pela francesa Angelique Boyer, e com a particpação de Aáron Diaz e
Sebastian Rulli no elenco.
Teresa Chávez é uma jovem bela e inteligente que procura desesperadamente sair da pobreza extrema do bairro onde vive. Apesar de ser bela e de ter o apoio e amor que recebe de seus pais, ela vive ressentida da vida miserável que a deixou sem sua irmã Rosa, então planeja usar sua beleza como método para entrar no mundo luxuoso ao que tanto quer pertencer.
Nem sequer o fato de ter como noivo Mariano, um rapaz pobre da vizinhança que a adora, fazem com que Teresa mude sua maneira de pensar e seu caráter ambicioso e egoísta.
Estudando graças a ajuda de um protetor: seu professor Arturo de la Barrera, Teresa passa a se envolver mais e mais com ele, e o inevitável acontece.






Ao ver que Mariano demorará muito em fazer carreira e dinheiro, decide ficar definitivamente ao
lado de Arturo, então mente pra ele dizendo que é muito infeliz ao lado de seus pais.
Luisa (Fernanda Castillo), a irmã de Arturo, se compadece dela e a leva para viver em sua casa.
Ali finalmente, Teresa enlouquece Arturo de amor.
Co- protagonizam a trama também Ana Brenda Contreras e Daniel Arenas.







Teresa foi produzida para a emissora Televisa.
É um remake da telenovela mexicana homônima exibida em 1959 e protagonizada por Maricruz Olivier, e mais tarde em 1989 teve outra versão protagonizada por Salma Hayek.
A versão de 2010 é emocionante e nos trás Angelique Boyer num papel forte e diferente dos anteriores.














Apesar de Teresa deixar sua ambição falar mais alto, aos poucos passa a pagar por cada erro
cometido e assim começa a reavaliar sua vida e questionar seu caminho.
Assim seu personagem passa por uma reviravolta.
A trama tem muitas cenas tocantes e dramáticas, nos mostrando o quanto peso pode ter certas
palavras e que uma atitude muda todo o rumo de uma vida.






"Esa Hembra es mala" é o tema, interpretada por Gloria Trevi e combina muito com a personagem.












Foram apresentados no programa "Hoy" do México dois finais alternativos para a trama além do principal.







Teresa fez grande sucesso em sua exibição.
Seu último capítulo bateu recorde de audiência, sendo o final de telenovela mais visto da década.






Pode ser encontrada no Youtube.
Também fez parte do catálogo Netflix.
Mas atualmente a tv aberta está dando pistas de que terá uma nova novela no ar,
tudo indica ser Teresa na telinha do sbt.






"Entre ser ou não ser, eu sou!Teresa.








Esse foi nosso ranking de novelas mexicanas.
Claro que há muitas outras que ficaram de fora dessa lista, postaremos uma parte 2 em breve.


Beijos meninas. 

:)

 

 

 

2 comentários:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

A Perda de um animal de estimação e o filme 4 vidas de um cachorro

A Perda de um animal de estimação e o filme 4 vidas de um cachorro No filme 4 vidas de um cachorro vemos a saga de um cach...