terça-feira, 18 de agosto de 2015

CINEMA: Eterna Marilyn



Atriz que dispensa apresentações:


Marilyn Monroe








Marilyn Monroe, nascida Norma Jeane Mortenson, foi uma atriz de cinema, cantora e modelo norte-americana.
Nascida em 1 de junho de 1926 e veio a falecer em 5 de agosto de 1962 aos 36 anos por overdose de barbitúricos.





Além de modelo e cantora, também atuava e dançava. Mas seu sucesso se deu como atriz.
Atuou em comédias, musicais e dramas.




Trailer de "Os homens preferem s loiras, um de seus trabalhos mais marcantes:




Seu carisma era visível nas fotos, e sua presença enchia tudo de brilho com seu sorriso encantador.




Como a identidade de seu pai era desconhecida, recebeu o nome de Norma Jean Baker. Muitos biógrafos acreditam que o pai biológico de Marilyn era Charles Stanley Gifford, um agente de vendas do estúdio RKO, onde Gladys Pearl Monroe, a mãe de Marilyn, trabalhava. Ela era editora de filmes, mas problemas psicológicos a impediram de permanecer no emprego e ela foi levada para uma instituição de tratamento psiquiátrico. A certidão de nascimento diz que o segundo marido de Gladys, Martin Edward Mortensen, é que é o pai biológico de Marilyn. Numa entrevista ao canal de televisão Lifetime, James Dougherty, o primeiro marido de Marilyn, disse que ela acreditava que Gifford era o seu pai.
Norma Jean passou grande parte de sua infância em casas de família e orfanatos até se casar com seu primeiro marido.

 

 






Tinha 1, 67 de altura, e 63 kg, 94 cm de busto, 61 cm de cintura e 89 cm de quadril. Dona de uma beleza nada comum fez sucesso em filmes como: "Os homens preferem as loiras", "Quanto mais quente melhor", "O pecado mora ao lado", "Adorável pecadora", "Nunca fui santa", "Torrentes de paixão" e o "Príncipe encantado" entre muitos outros




Trailer do sucesso "O pecado mora ao lado":





É uma das mais famosas estrelas de cinema de todos os tempos, um símbolo de sensualidade e um ícone de popularidade do século 20.






Sua aparente vulnerabilidade e inocência, junto com sua inata sensualidade, a tornaram querida no mundo inteiro.





Foi casada com Arthur Miller (de 1956 a 1961), Joe DiMaggio (de 1954 a 1954), e James Dougherty (de 1942 a 1946).





Estava sempre em busca de um homem que a valorizasse e não somente a usasse por sua beleza.






Infelizmente, a fama de Marilyn e sua figura sexual tornaram-se um problema em seu segundo casamento.
Ela se separou de Joe, em 1954 por motivo de ciúmes.
Eles atribuíram a separação a "conflitos entre carreiras" e permaneceram bons amigos.




Marilyn foi reconhecida pelo seu trabalho em "Some Like It Hot" (Quanto mais quente melhor), de 1959, quando venceu o Globo de Ouro por "Melhor Atriz em Comédia".









Um de seus últimos ensaios:













Sua carreira de modelo começou quando Norma Jean começou a trabalhar na fábrica Radio Plane Munition, em Burbank, na Califórnia em 1944. Alguns meses depois, o fotógrafo Davis Conover a viu enquanto estava tirando fotos de mulheres que estavam ajudando durante a guerra, para a revista Yank. Ele não acreditou na sua sorte, pois ela era um "sonho" para qualquer fotógrafo.





Norma Jean posou para uma seção de fotos e ele começou a lhe enviar propostas para trabalhar como modelo. As lentes adoravam Norma Jean, e em dois anos ela tornou-se uma modelo respeitável e estampou seu rosto em várias capas de revistas.






Marilyn começou a carreira em alguns pequenos filmes, mas a sua habilidade para a comédia, a sua sensualidade e a sua presença levaram-na a conquistar papéis em filmes de grande sucesso, tornando-a uma das mais populares estrelas de cinema dos anos 50.






Seu fim aconteceu na manhã do dia 5 de agosto de 1962. Aos 36 anos, Marilyn faleceu enquanto dormia em sua casa em Brentwood, na Califórnia. A notícia foi um choque, propagado pela mídia, explorando sobretudo o caráter misterioso em que o fato se deu, prevalecendo a versão oficial de overdose pela ingestão de barbitúricos.





O brilho e a beleza de Marilyn faziam parecer impossível que ela tivesse deixado a todos. Ninguém sabe de fato o que aconteceu naquela noite.



 



Impossível não admirar seu talento, inocência, personalidade e beleza.
Uma das maiores musas do cinema de todos os tempos e uma das atrizes mais sexys e doces que já existiu. 





 “Uma garota só precisa de alguém que possa ser homem o bastante para prová-la que nem todos os homens são iguais.” Marilyn Monroe.





Até hoje sua morte permanece um mistério e sua relação com o presidente Kennedy duvidosa, se especulava que eram amantes.





Uma ambulância foi vista esperando fora de sua casa antes que a empregada desse o alarme no dia de sua morte. As gravações de seus telefonemas e outras evidências desapareceram. O relatório da autópsia foi perdido. Toda a documentação do FBI sobre sua morte foi suprimida e os amigos de Marilyn que tentaram investigar o que acontecera receberam ameaças de morte. No dia 8 de agosto de 1962, o corpo de Marilyn foi velado no Corridor of Memories, nº 24, no Westwood Memorial Park em Los Angeles.






Pronta para a cerimônia do Oscar:






MARILYN ETERNA






Um pouco do seu talento:








Marilyn até hoje é ícone de moda, beleza e a inspiração de diversas artistas como Madonna, Christina Aguilera, Britney Spears, e Lana del Rey entre muitas outras.






Kiss Kiss










2 comentários:

  1. Maravilhosa em O PECADO MORA AO.LADO
    e muito sexy em QUANTO MAIS QUENTE MELHOR

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso trabalho de pesquisa de uma sumidade internacional, uma deusa do cinema...

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

A Perda de um animal de estimação e o filme 4 vidas de um cachorro

A Perda de um animal de estimação e o filme 4 vidas de um cachorro No filme 4 vidas de um cachorro vemos a saga de um cach...