domingo, 4 de outubro de 2015

MÚSICA: Mariah Carey


No nosso primeiro Post Musical uma das maiores cantoras de todos os tempos dona de uma das vozes mais poderosas da história.

Diva



Mariah Carey

 





Mariah Angela Carey, nascida em 27 de março de 1969, é uma cantora, compositora, atriz, escritora, produtora, e filantrópica estadunidense. Nascida e criada em Long Island, bairro situado na cidade de Huntington, Nova Iorque, Carey ganhou destaque após o lançamento de seu álbum de estreia em junho de 1990, intitulado Mariah Carey, que foi certificado multi-platina e rendeu quatro singles que culminaram a tabela estadunidense Billboard Hot 100.
Sob a orientação do então diretor executivo da Columbia Records e posteriormente marido Tommy Mottola, ela conquistou sucesso internacional com seus álbuns de estúdio posteriores Emotions (1991), Music Box (1993) e Merry Christmas (1994); este sucesso fez-lhe ser estabelecida como a artista da Columbia que mais vendeu discos. Seu quinto álbum de estúdio Daydream (1995) entrou para a história da música quando o seu segundo single, um dueto com o grupo Boyz II Men, permaneceu durante dezesseis semanas consecutivas no topo da Billboard Hot 100, e com um álbum por 17 semanas consecutivas.






Durante a gravação do álbum, Carey começou a desviar-se de seus estilos musicais iniciais como o R&B e o pop, iniciando seus trabalhos com o hip hop. Esta mudança musical tornou-se evidente com o lançamento de seu projeto subsequente Butterfly.






Ao longo de sua carreira, Carey comercializou mais de 250 milhões de discos em todo o mundo, tornando-a uma das recordistas de vendas de discos. Em 1998, ela foi homenageada como a artista com discos mais vendidos na década de 1990 durante o World Music Awards.






No ano de 2000, Carey foi declarada a artista feminina que mais vendeu discos no milênio.
Carey foi posicionada na terceira colocação entre as artistas femininas com maior vendagem nos Estados Unidos, com vendas avaliadas em 63.5 milhões de álbuns.






Além de suas premiações comerciais, Carey ganhou cinco Grammy Awards, 20 World Music Awards, 13 American Music Awards e 32 Billboard Music Awards. Conhecida como a "selvagem suprema" pelo Guinness World Records, ela também é conhecida por seus alcances vocais de cinco oitavas, como uma das vozes mais potentes.
A cantora é a única compositora a ter dezoito canções que em Long Island conseguiram atingir o primeiro lugar.






"Embora eu tente não consigo deixá-lo
Algo em seus olhos
Capturou minha alma...

Lá está você
Segurando a mão dela
Eu estou perdida
Morrendo para entender
Será que eu
Tratei você corretamente?
Você sabia
Que você era a minha vida?

Mesmo tentando
Eu não consigo deixá-lo
Alguma coisa nos seus olhos
Capturou minha alma
E toda noite eu vejo
Você nos meus sonhos
Você é tudo para mim
Eu não consigo deixá-lo." (Can't let go)


Seu pai, Alfred Roy, é descendente de afro-americanos e venezuelanos, enquanto sua mãe, Patricia, uma cantora de ópera é descendente de irlandeses brancos.
O último nome Carey foi produto de uma mudança de nome feita por seu avô venezuelano, Francisco Nuñez, depois de emigrar para Nova Iorque.
Enquanto cursava o ensino médio, Carey desenvolveu um relacionamento com Gavin Christopher, com quem ela dividia suas aspirações musicais e compôs muitas de suas canções.







"Aqueles dias de amor se foram
Nosso tempo acabou
Eu ainda queimo e queimo
Toda minha vida somente por você
A partir de agora
até eternamente, e sempre
Meu amor, eternamente
Você sempre será o único.
Você sempre será o único.
Enquanto eu viver,
Estarei com você, querido
E lembrarei do
Nosso amor por todos os anos." (Forever)


Enquanto precisava trabalhar para pagar o aluguel, várias vezes trabalhou como garçonete, mas a mente e o esforço de Carey ainda permaneciam com suas ambições musicais, ao passo em que ela continuava a trabalhar até tarde da noite com Margulies, na esperança de completar uma fita que poderia ser enviada aos executivos de uma gravadora.
Após completar a fita com quatro canções, Carey tentou enviá-la para diversas gravadoras, que a rejeitaram.
Pouco tempo depois, ela foi apresentada à cantora Brenda K. Starr e foi contratada como sua back vocal.






Conforme a amizade entre Carey e Starr crescia, Starr se interessava ainda mais em ajudar Carey a ter sucesso na indústria musical.
Em uma noite de sexta-feira em dezembro de 1988, Carey acompanhou Starr em uma noite de gala de executivos de gravadoras, onde Starr entregou a fita demonstrativa de Carey para Tommy Mottola — então diretor executivo da Columbia Records e da Sony Music Entertainment — que a ouviu enquanto voltava para casa.
Após escutar as duas primeiras canções da fita, ele se encantou com o som e a qualidade da voz de Carey e decidiu voltar para o evento, mas descobriu que ela havia saído de lá.
No que foi amplamente descrito por críticos como um "conto moderno da Cinderela", Mottola procurou por Carey durante duas semanas, e finalmente entrou em contato com ela através da gestão de Starr; ele imediatamente a contratou na Columbia e começou a planejar sua estreia na música.






Após a conclusão de seu álbum de estreia, a Columbia gastou mais de US$ 1.000.000 para divulga-lo.
O álbum conseguiu atingir o topo da Billboard após a aparição de Carey no Grammy Awards de 1991.






"Mariah Carey" culminou a tabela durante onze semanas consecutivas e rendeu a Carey as condecorações de Best New Artist e Best Female Pop Vocal Performance, ambas entregues para o seu single de estreia "Vision of Love". O trabalho rendeu mais três singles número um na Billboard Hot 100, após "Vision of Love" permanecer durante quatro semanas consecutivas no cume da tabela. Tal êxito tornou Carey a primeira artista desde os The Jackson 5 a conquistar o topo da tabela com os quatro primeiros singles de sua carreira.
O trabalho foi o mais vendido nos Estados Unidos no ano de 1991.






Com seus álbuns posteriores, "Emotions", "Daydream" e "Music Box" bem como sua fama e sua popularidade continuamente estabelecidas, Carey começou a tomar mais iniciativa e controle total de sua música, e começou a infundir mais gêneros em seu trabalho; em meados de 1997, Carey estava bem profissionalmente e pessoalmente, iniciando a escrita e a gravação do material de seu álbum de estúdio seguinte, Butterfly (1997).






Vídeo clipe oficial da canção "Butterfly" (Borboleta):








"Quando você ama alguém tão profundamente
Eles se tornam parte de sua vida
E é fácil sucumbir a medos opressivos internos
Cegamente eu imaginei
Que poderia te manter dentro de um vidro
Agora eu entendi que para ter você
Eu preciso abrir minhas mãos
E ver você subir

Abra suas asas e prepare-se para voar
Porque você se tornou uma borboleta
Oh, voe livremente rumo ao sol
Se você voltar para mim,
Nós verdadeiramente éramos para ser
Então abra suas asas e voe
Borboleta

Eu aprendi que a beleza
Tem que florescer na luz.
Cavalos selvagens devem correr livres
Ou seus espíritos morrem.
Você deu-me a coragem
Para ser tudo aquilo que eu sempre quis
E sinceramente eu sinto que o seu coração irá
Conduzí-lo de volta para mim quando você
Estiver pronto para pousar
Porque você nunca será meu
Até que você aprenda a voar..." (Butterfly)



Performance da tocante "Close me eyes" ao vivo:







"Eu fui uma criança marcada com o peso do mundo
Que eu carreguei dentro de mim
A vida era um caminho sinuoso
E eu aprendi muitas coisas
Até pequenas coisas que eu não deveria saber
Mas quando eu fechei meus olhos
Fixei meus pés no chão
E ergui minha cabeça para o céu
E apesar do tempo ter passado
Eu ainda me sinto como aquela criança
Conforme eu olho para a lua
Talvez eu tenha crescido um pouco cedo demais...
Engraçado como você pode aprender
A crescer em meio à loucura
E se fechar por completo
Eu deixei o pior sem dizer
Deixei tudo isso se perder e eu ainda tento esquecer.
Aproximando do precipício
 É claro que eu quase cai direto
Uma parte de mim
Nunca será capaz de se sentir estável
Aquela menina-mulher
Desmoronando por dentro
esteve prestes a desistir
Graças a Deus, eu acordei a tempo
Anjo da guarda... Eu velejarei o oceano
Com você ao meu lado
Nuvens alaranjadas passam por nós
Elas queimam sua imagem
Mas você ainda está vivo. (Você sempre estará vivo).
Mas eu ainda me sinto como aquela criança
Conforme eu olho para a lua...
Talvez eu tenha crescido um pouco cedo demais...." (Close my eyes)


Em 1998 divorciou-se de Tommy Mottola.
Participou do Dvd Divas Live ao lado de outros nomes importantes do pop.
Em 2000 com o lançamento de seu álbum Rainbow, estava de volta  a cena com vários sucessos e o álbum novamente faturou muito em sua estreia.






No Tema "Petals", canção muito pessoal, cuja letra ela cita a relação conturbada com sua irmã garota de programa; Alison Carey, a relação com o ex marido Tommy Mottola e seus dois filhos, e as decepções que teve com amigos próximos, é uma de suas letras mais íntimas:





 

EM BAIXA


Em 2001 Carey começou a agir estranhamente em suas aparições públicas, e reclamou de estar trabalhando muito e dormindo apenas duas horas a cada noite.
Além do mais, seu relacionamento de três anos com o cantor mexicano Luis Miguel havia chegado ao fim.






Após as reclamações e o fim do seu relacionamento, deixando duas mensagens estranhas em seu site oficial, a cantora teve uma crise nervosa e sua mãe pedia ajuda para leva-la ao hospital.
Ela foi internada em uma clínica com o diagnóstico de estafa e colapso nervoso.
Para completar o ano de azar de Carey, em 2001 o lançamento do álbum e do filme Glitter (sua estreia nos cinemas) se deu justamente no dia 11 de setembro de 2001 em Manhattan, Nova Iorque, dia do maior ataque terrorista da história.






"Glitter - O brilho de uma estrela":






Assim, muito pouco pôde ser feito para promover o filme e sua trilha sonora, já que os olhos do mundo estavam voltados para um fato importante na história da humanidade.






Após isso em 2002 ela também lançou o álbum Charmbracelet, que teve vendagem relativamente baixa se comparado a seus outros trabalhos.







A cantora já admitiu publicamente ter sofrido de depressão.
Enraizada em sua infância e adolescência que não foram fáceis, a cantora passou por fases ruins também na idade adulta.
Em entrevista à revista norte- americana Interview, a musa afirmou que sumiu da mídia um tempo, pois enfrentou uma forte depressão.
"Precisava perceber as conseqüências de exigir tanto por mim; de lutar tanto contra o sistema. Estou longe de ser perfeita. Ainda tenho que aprender muito", declarou Mariah Carey.



DE VOLTA AO BRILHO


Em 2005, após dois anos fora da mídia, Carey lançou o aguardado The Emancipation of Mimi, descrito pela cantora como sua emancipação musical e pessoal, sendo Mimi seu apelido, que até então era desconhecido pelo público.
Produzido por grandes nomes da música tornou-se o álbum mais vendido do ano no Estados Unidos, vendendo seis milhões de cópias, e cerca de onze milhões no mundo.






Incrível apresentação ao vivo de um dos hits do álbum, "We belong together":







Após isso ela lançou o álbum E=mc2, em 2007 que foi bem visto pela crítica.










Em abril de 2008 casou-se com Nick Cannon, ator e cantor, após apenas três meses de namoro.
Tiveram 1 casal de filhos gêmeos, Monroe e Moroccan.






Após seis anos de união Mariah e Nick se divorciaram.






Em 2009 lançou Memoirs of a imperfect angel. O álbum estreou em terceiro lugar na Billboard 200, sendo a maior baixa de vendas de todos os álbuns de estúdio da cantora.






Em 2012 Carey foi anunciada oficialmente como jurada do American Idol na décima segunda temporada. A artista se tornou a jurada com o maior salário ganho em qualquer programa de televisão do formato reality show, com uma remuneração relatada em vinte milhões de dólares para sua primeira temporada.







Seu álbum, Me: I Am Mariah foi lançado em 27 de maio de 2014 com alguns videoclipes.
Comercialmente, embora tenha estreado no número três da Billboard 200 nos Estados Unidos, tornou-se o trabalho menos comercializado da artista.







Após seu divórcio em 2014 a cantora passou por uma fase difícil e teve algumas apresentações duvidosas. Contudo sua história e sua marca registrada não podem ser esquecidos tamanho seu  talento indiscutível.







*Mariah é uma diva incomparável, dona de uma técnica de canto impecável, uma bela voz e um trabalho inspirador; a conheci na adolescência quando estudava canto, e ela foi um exemplo pra mim, é uma das minhas cantoras favoritas, e merece estar onde está, por ter uma jornada tocante e maravilhosa que marcou o cenário musical.
Helena Dalillah*








"Você me faz sentir emoções
Mais profundas do que jamais havia sonhado
Você me faz sentir emoções
Mais altas que o céu
Me sinto bem
Me sinto feliz
Nunca estive tão satisfeita
Estou apaixonada
Estou viva
Intoxicada
Voando alto
Parece um sonho
Quando você me toca gentilmente
Não sei se é real
Mas gosto do que sinto
Aqui dentro
Você sabe como me fazer perder o controle
Quando você olha nos meus
olhos
Você faz eu me sentir tão
Pra cima..." (Emotions)


Com certeza ela não decaiu em estilo, e seus milhares de fãs esperam brevemente mais um cd de sucesso.
Não há dúvida de que essa fase em baixa já passou e que haverão boas notícias em breve.






Atualmente namorou o empresário James Packer, mas ambos terminaram o noivado em 2017.






No momento Mariah Carey anda meio sumida do cenário musical.
Após lançar um game, ela está se dedicando a outros projetos.
A cantora será a nova estrela da M.A.C, segundo a própria empresa.
A parceria entre Mariah e a M.A.C resultou em um batom intitulado All I Want, em homenagem à musica da cantora "All I Want for Chrstimas", lançada em 1994, em seu famoso álbum natalino.
O batom foi descrito como champagne shimmer frost, um nude com brilho dourado. Para quem quiser ter essa preciosidade em mãos, o lançamento será apenas em dezembro.







Fragrância oficial de Mariah, Lollipop Bling









Uma de suas canções mais inspiradoras "Can't take that away":








 
A música escolhida pelo Mundo de Helena; é uma das mais introspectivas de Mariah, "Outside":









MARIAH

DIVA ETERNA








BRILHE PARA SEMPRE






Um comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

A Perda de um animal de estimação e o filme 4 vidas de um cachorro

A Perda de um animal de estimação e o filme 4 vidas de um cachorro No filme 4 vidas de um cachorro vemos a saga de um cach...