sábado, 7 de novembro de 2015

MÚSICA: MORRISSEY



Um cantor, compositor e mito da música inglesa que dispensa comentários.



Morrissey







Steven Patrick Morrissey mais conhecido por Morrissey, nascido em Davyhulme, a 22 de maio de 1959, é um cantor e compositor inglês, e ex-vocalista e letrista da banda de rock inglesa The Smiths, tendo co-composto todas as músicas com o guitarrista, Johnny Marr.






Um dos inúmeros sucessos interpretados por "The Smiths":






"Eu estava feliz no calor de uma hora embriagada
Mas o Céu sabe que sou miserável agora
Eu estava procurando um emprego
E então encontrei um emprego
E o Céu sabe que sou miserável agora
Na minha vida
Por que eu desperdiço tempo precioso
Com pessoas que não se importam
Se eu vivo ou morro?"


(Heavens knows I'm miserable now)



Trabalho
Ficou mais conhecido por ser o vocalista da banda inglesa The Smiths.
Quando a banda terminou em 1987, Morrissey desenvolveu uma carreira solo bem sucedida e é um dos poucos artistas a ter músicas no Top 10 de Vendas de Discos do Reino Unido em três décadas diferentes.






Seu primeiro disco solo, Viva Hate foi lançado em março de 1988, seis meses após a separação dos Smiths.






Seu parceiro musical neste disco foi o produtor de sua ex-banda, Stephen Street, e teve a participação do guitarrista Vini Reilly, do Durutti Column. As músicas "Suedehead" e "Everyday is like Sunday" (seus dois primeiros singles na carreira solo) fizeram bastante sucesso.






Seu primeiro sucesso solo "Suedehead":






O melancólico hit "Everyday is like sunday":






"Arrastando-se devagar sobre a areia molhada
De volta ao banco
Onde suas roupas foram roubadas
Esta é a cidade costeira
Que eles esqueceram de interditar
Armagedon - venha, Armagedon!
Venha, Armagedon! Venha!

Todo dia é como domingo
Todo dia é silencioso e cinza
Esconder-se no calçadão
Rabiscar num cartão-postal
Como eu adoraria não estar aqui"

(Everyday is like Sunday)



Depois de alguns singles como "The Last of the Famous International Playboy", "Interesting Drug", e "November Spawned a monster", Morrissey lançou sua primeira coletânea de singles e b sides, Bona Drag, em 1990.






"November Spawned a monster" que cita o preconceito e fala sobre crianças nascidas com má formação genética:







"Durma
E sonhe com o amor
Porque é o mais próximo que você vai chegar
Do amor...

Pobre criança retorcida
Tão feia, tão feia
Pobre criança retorcida
Oh, me abrace, me abrace

Um novembro
Gerou um monstro
Na forma desta criança
Que mais tarde chorou
"Mas Jesus me fez, então
Jesus me salve
Da pena, da compaixão
E das pessoas comentando sobre mim"
Uma estrutura de membros inúteis
O que poderia tornar bom
Todo o mau que foi feito?

E se as luzes se apagassem
Você poderia suportar
Beijá-la em cheio na boca
(ou em qualquer lugar?)"

(November Spawned a Monster)



Em 1991, com um novo parceiro, Mark E. Nevin, do Fairground Attraction, Morrissey lançou Kill Uncle.






Morrissey então inicia uma parceria duradoura com os guitarristas Alain Whyte e Boz Boorer, e lançaria seus melhores trabalhos: Your Arsenal (1992),






produzido pelo ex-guitarrista de David Bowie, Mick Ronson, e Vauxhall and I em 1994, além de um single com Siouxsie, "Interlude".






"Interlude" Dueto com Siouxsie:






Em 1995 lançou Southpaw Grammar e em 1997 Maladjusted.









Morrissey ficou um período sem gravadora, mas continuou excursionando.
Em 2000 fez quatro shows no Brasil.






Em 2004 finalmente após a espera dos fãs, assinou com a gravadora Sanctuary Records e lançou You Are the Quarry, produzido por Jerry Finn, com grande sucesso de crítica e público.






Primeiro single de "You are the Quarry", "Irish Blood English Heart":






Em 2006 lançou Ringleader of the Tormentors, produzido por Tony Visconti, e iniciou novas parcerias com o guitarrista Jesse Tobias.






Um dos Singles de "Ringleader of The Tormentors", "The Youngest was the Most Loved":






Em 16 de Dezembro de 2006, no concurso televisivo inglês Britain's Greatest Living Icon, "O Maior Ícone Britânico Vivo" (numa escolha realizada por meio de votos do público em geral). Morrissey classificou-se em segundo lugar apenas atrás de Sir David Attenborough, ficando à frente de nomes importantes, como Paul McCartney, entre outros.
Fã de boxe confesso, e de artistas como David Bowie, e a banda New York Dolls, Moz tem um gosto refinado e diferenciado, admitiu que compra muitos cds todos os dias, e que a maioria deles acaba indo sempre para o lixo após a primeira ouvida.






Em 2009, lançou mais um disco de músicas originais a que chamou de Years of Refusal.






Um dos Singles de "Years of Refusal", "That's how people grow up":








"Eu estava desperdiçando meu tempo
Tentando me apaixonar
A decepção veio até mim e
Me chutou, me encheu de hematomas e me feriu.

Mas é assim que as pessoas amadurecem
É assim que as pessoas amadurecem

Eu estava desperdiçando meu tempo
Procurando por amor
Alguém deve olhar e ver em mim
A pessoa dos seus sonhos..."


(That's how people grow up)



Em 2014 foi lançado o álbum "World peace is none of your Business".






"Kiss me A Lot", um dos singles do álbum:








Ídolo
Os concertos de Morrissey ficaram célebres devido ao número incrível de pessoas que constantemente invadiam o palco para poderem tocar no seu herói.
Várias vezes os seus shows tiveram que ser interrompidos por causa da quantidade de invasores presentes no palco que tentavam agarrar o cantor.






"Minha vida é
Uma sucessão infindável
De pessoas dizendo adeus
Minha vida é
Uma sucessão infindável
De pessoas dizendo adeus
E o que sobra para mim?
O que sobra para mim?

Houve um tempo em que
O futuro estendia-se a minha frente
Mas agora ele se estende para trás
E todas as melhores coisas da vida
Estão atrás de vidros
Dinheiro, jóias e sexo
E o que sobra para mim?
O que sobra para mim?"

(My Life Is a Succession Of People Saying Goodbye)



Em 17 de outubro de 2013, a autobiografia de Morrissey, intitulado “Autobiografia”, foi publicada.






O lançamento do livro causou polêmica, porque foi publicado pela editora Penguin Classics, que até então só publicava clássicos da literatura de autores consagrados. O livro entrou na lista dos mais vendidos do Reino Unido em número um, com cerca de 35.000 cópias apenas na primeira semana. Essa biografia revelou detalhes de sua infância difícil, o fato de que quase matou a sua mãe ao nascer, que sua irmã tentou mata-lo na infância, entre outras situações, como viver isolado no quarto lendo Oscar Wilde, e sua vida nostálgica. Morrissey desde Smiths é um "ícone da depressão" e melancolia.






"Seasick yet still docked":






"Eu sou uma pobre alma, fria e congelada
Tão distante de onde
Eu pretendia ir

Chafurdando pelas calmarias tão constantes da vida
Tão distante de onde
Eu estava determinado a ir

Queria saber como alcançar aquele que eu amo
Mas não tem jeito
Queria ter o charme para atrair aquele que eu amo
Mas, perceba
Eu não tenho nenhum charme

Esta noite eu consumi
Muito mais do que posso aguentar
Ah, isso está muito claro para você
E em toda a minha vida
Ninguém me deu nada
Ninguém nunca me deu nada

Meu amor é tão afiado quanto uma agulha no seu olho
Você tem que ser muito tolo
Para me ignorar..."


(Seasick Yet still docked)




Vida
É adepto do vegetarianismo.
Durante o começo da carreira nos Smiths, ele dizia em entrevistas que era celibatário.
Johnny Marr declarou em uma entrevista de 1984 que "Morrissey não praticava sexo no momento e não o fez por um tempo, e que ele teve um monte de namoradas no passado e muito poucos amigos homens."
Em Setembro de 2010, o cantor fez uma declaração polêmica no jornal britânico The Guardian, chamando os chineses de sub-espécie devido à maneira como tratam os animais, privando-os de qualquer direito ou dignidade.







Ele também critica a Família Real Britânica frequentemente.
Morrissey anunciou no dia 05 de junho de 2012, que planejava se aposentar em 2014, quando completa 55 anos. Segundo o site da revista The Hollywood Reporter, Moz - como é chamado por seus fãs - afirma ter envelhecido muito rapidamente nos últimos anos.
Pelo visto e para alegria dos fãs ele mudou de ideia.
Em 2014 afirmou estar lutando contra um câncer, e com a doença sob controle vive no momento uma rotina normal.






Em sua autobiografia, Morrissey afirmou ter tido relacionamento com um fotógrafo, revelando sua bissexualidade.








Polêmicas
Morrissey é o rei dos comentários provocativos – inclusive, o cantor também tem um histórico alvo marcado na família real inglesa – e basicamente em toda e em qualquer coisa que ele quiser.
Morrissey fez sua banda vestir camisetas com os dizeres “Nós odiamos William e Kate”, em mais um ataque contra o casal real inglês.
No show do Rio de Janeiro, e São Paulo em 2012, ele fez uma crítica ao presidente da Síria, Bashar al-Assad.






No festival Coachella, o cantor ficou contrariado com o cheiro da carne assada vindo do público.
Morrissey parou a música e deixou o palco dizendo: "Eu estou sentindo cheiro de carne assada. Deus queira que seja humana".
Em 2013 Morrissey ganhou ação contra o programa culinário do especial de Natal de Gordon Ramsay, em que foi exibida uma de suas canções indevidamente, e no mesmo ano doou cerca de R$ 30.000,00 para campanhas em favor dos animais.
Com o sarcasmo já costumeiro, Morrissey mandou um recado para o chef Gordon: “Ramsay talvez enfie a cabeça em seu micro-ondas quando descobrir que o dinheiro que recebi do Channel Four está sendo doado para a Peta combater 'foie gras'. Foie gras é produzido tão cruelmente que ele seria contra se tivesse alguma ética.”
Morrissey teve datas para shows no Brasil no ano de 2014, porém, uma severa intoxicação alimentar que o cantor e sua equipe sofreram em Lima, no Peru, fizeram com que as datas fossem adiadas.
Esse ano, já estão confirmados shows no Brasil.






"Alma Matters":






"Então
A escolha que eu fiz
Pode lhe parecer estranha
Mas, em todo caso, quem lhe perguntou?
É a minha vida
Destroçando-se
À minha própria maneira

Veja você
Para alguém
Em algum lugar
Oh sim
Diplomado na mente
Corpo e alma
Parcial e integralmente"

(Alma Matters)





Algumas frases de Morrissey:



"Eu não tenho nenhum tipo de relacionamento amoroso. Um pouco porque eu sempre gostei de homens e mulheres que não gostavam de mim, e nunca quis os que gostavam. Eis o problema: nunca encontrei a pessoa certa."  - na 'The Face', em 1990.


"Quando me enterrarem, eu gostaria que estivesse escrito na lápide 'bem, ao menos ele tentou'. " - na 'Melody Maker', em 1987.


"Tenho uma obsessão com a morte. Se existisse uma pílula mágica que pudesse ser tomada e o tirasse deste mundo, eu a tomaria." - na 'NME', em 1988.


"Às vezes eu gostaria de ser apenas um beberrão." - na 'Select', em 1991.


"As pessoas deveriam perceber que nada é importante na vida. E, assim, deveriam fazer coisas loucas, como ficar nus, se jogar nos rios, apostar corridas em carrinhos de supermercado e beijar gatinhos." - na 'NME', em 1985.






"Serei o primeiro Smith a morrer. Levarei um tiro, provavelmente de um dos ex-Smiths." - na 'GQ', em 2005.


"Eu consigo olhar o lado bom das coisas. Só não faço isso muitas vezes." - na 'Melody Maker', em 1987.


"A idade não deveria afetar as pessoas. É como o tamanho do seu sapato, não determina como você vive. Você é chato ou maravilhoso, independente da idade." - na 'Melody Maker', em 1983.



“Acredito que os animais olham para os seres humanos e pedem por proteção, e, claro, os seres humanos os levam para o abatedouro, o que para mim é como a imagem de uma criança sendo levada até um matadouro. Não há nenhuma diferença.”
Morrissey.



"Such a Little Thing Makes Such a Big Difference":








"Uma coisa tão pequena
Uma coisa tão pequena
Mas a diferença que fez foi enorme
Lá vai você
Empunhando sua corrente de bicicleta
Oh, por que você não muda?
Mude e seja mais legal?
Uma coisa tão pequena
Um tom suave de gentileza
Ou palavras escritas num bilhete
- Você sabe escrever?

Como eu amo todas
As coisas bem simples da vida
(Bom ar de Deus)
Como eu amo todas
As coisas bem simples da vida
Por que você não muda?
"Eu não vou mudar
E eu não vou ser legal"
A maioria da pessoas guardam seus cérebros
Entre as pernas..."


(Such a Little Thing Makes Such a Big Difference)



Morrissey diferentemente de outros artistas ganha destaque, por sua acidez e sinceridade, por não ser uma criação da mídia, tão pouco seguir padrões da moda, ou escrever canções superficiais e apenas para vender como muitos artistas da atualidade.
Como artista "underground" seu número de fãs cresceu e cresce até hoje, sendo ele considerado um dos artistas mais originais e talentosos do cenário do rock alternativo.







"Certain People I Know":






"Eu aproveito a deixa de
Certas pessoas que eu conheço
Eu uso a deixa
E então eu
A repasso para você

E quando eu o balanço
Então, isso capta o olhar dele...
(Você ousaria?
Você teria morrido!)

Eu confio nas opiniões de
Certas pessoas que eu conheço
Elas olham para o perigo
E caem
Na gargalhada

Eu odiaria ser como
Certas pessoas que eu conheço
Eles quebram seus pescoços
E não podem arcar
Com o tratamento..."
(Certain people I know)




*Conheci o Morrissey na minha adolescência, apresentado pelo meu tio- fã numero zero, Sidney Faneli; ao questiona-lo sobre uma camiseta que ele usava em uma festa, e assim tudo começou, busquei o som cujas músicas acabaram por me influenciar, e logo também me interessei pelo som dos Smiths, como não vivi o auge daquela época; e foram canções que mexeram verdadeiramente comigo e me marcaram de diversas formas; desde então sou mais uma estranha e fiel fã desse gênero, letras tão profundas e tocantes, que me tornaram amante desse ser peculiar e genuíno que é Morrissey. Amor incondicional.*

Helena Dalillah







Sidney Faneli - principal fã assumido de Morrissey de Sampa, desde os anos 80, que reside em Barueri:






Além de um grande fã Sidney é criador de um dos primeiros fãs clubes de Smiths e Morrissey anunciado na revista Bizz, em que se correspondeu com fãs de todo Brasil.
Na turnê em 2000 Sidney compareceu no show de seu ídolo pela primeira vez no País.
Além de um colecionador de material de Morrissey e Smiths há muitos anos, é um fã confesso desde 1987 quando uma amiga lhe deu uma K7 da coletânea "The World Won't Listen"e ele nunca mais foi o mesmo:
"Não fico um dia sequer sem ouvir Morrissey ou Smiths."











A coleção completa de Sidney, de Lps, e Cds, isso sem contar pôsteres, revistas e livros:






DVDs:





Ele relembra aquele 3 de abril de 2000 no antigo Olympia:
"Sai de casa bem cedo para ficar na grade; alguma coisa me dizia que aquele dia seria especial. O show foi incrível, toda aquela galera indo ao delírio, e quando ele chegou ao fim da canção "Ouija Board" jogou a camiseta, e eu, com meu tamanho todo (1,58), dei um pulo e consegui pegar um pedaço dela. A sensação foi maravilhosa, inesquecível. Ter um pequeno tesouro do meu amado Morrissey."
Segundo o próprio Sidney ele compareceu ao show com entusiasmo aquele dia, e com uma sensação de que aquele não seria um concerto comum






Conheceu o baixista dos Smiths Andy Rourke  numa sessão de autógrafos na Galeria do Rock.
Sidney também é um dos administradores da página oficial do facebook intitulada Morrissey Brasil.
Ou seja; um fã completo do nosso amado Morrissey.






Equipe Morrissey Brasil. Administradores.
Sidney, Veri, Sócrates e Vanessa:





*No show realizado no Espaço das Américas em 2012 tivemos o prazer e a honra de realizar o sonho de ver Morrissey de pertinho.*
Helena Dalillah


A galera da fila no grande dia:










No aguardo do tão esperado concerto:






Surreal, maravilhoso, emocionante, e um show pra se levar pra sempre no coração.
Ficar na grade e poder ver até o brilho dos olhos do tão amado Mozz não tem preço.
Uma visão inesquecível:












Todo o ano em Sampa é organizado o Morrissey Day, em que fãs da grande São Paulo e região se reúnem para celebrar essa grande paixão.






Momento marcante do Morrissey Day de 2015 na voz de Vinícius Santiago com a banda Panic Cover:





Foram divulgadas as datas das apresentações do cantor no país.
Serão duas em São Paulo, uma no Teatro Renault, no dia 17, e outra no Citibank Hall, dia 21; no Rio de Janeiro, Morrissey tocará no dia 25,  enquanto o show em Brasília ocorrerá dia 29.
Os shows desse ano com certeza serão inesquecíveis e reservam muitas emoções aos fiéis fãs.






Sidney no seu encontro com o músico Gustavo Manzur da banda de Morrissey:






E com o músico Jesse Tobias:







Morrissey Day de 2016 no vão livre do Masp:











Momento marcante do evento com a presença de Marco Morrissey :







Albuns de Estúdio:
Viva Hate (1988)
Kill Uncle (1991)
Your Arsenal (1992)
Vauxhall and I (1994)
Southpaw Grammar (1995)
Maladjusted (1997)
You Are the Quarry (2004)
Ringleader of the Tormentors (2006)
Years of Refusal (2009)
World Peace Is None of Your Business (2014)



Coletâneas:
Bona Drag (1990)
World of Morrisey (1995)
Suedehead: The Best of Morrissey (1997)
My Early Burglary Years (1998)
The Best of Morrissey (2001)
Greatest Hits (2008)
Swords (2009)




Live:
Beethoven Was Deaf (1993)
Live at Earls Court (2005)
Who put the "M" in Manchester (2005) - DVD
Morrissey 25: Live (2013) - DVD



Cantando o sucesso de The Smiths "There's a Light that never goes out":





“Se você ama animais, obviamente não faz sentido machucá-los.”
Morrissey.








"E se um ônibus de dois andares colidisse contra nós
Morrer ao seu lado, seria um jeito divino de morrer
E se um caminhão de dez toneladas matasse nós dois
Morrer ao seu lado
Bem, o prazer e o privilégio são meus."
Morrissey







MORRISSEY
FOREVER







4 comentários:

  1. Ficou muito bom parabéns !!!! Adorei

    ResponderExcluir
  2. Conhecia algumas letras e curtia elas bastante,acho difícil alguém ouvir e não se identificar,pois todas as letras são muito humanas,falam de sentimentos comuns a todos e da condição de as vezes se sentir insatisfeito com a vida que se leva.
    Parabéns pelo post,agora ouvir mais

    ResponderExcluir
  3. Nossa você arrasou na matéria ficou show de bola !!!! Parabéns e muito obrigado

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

A Perda de um animal de estimação e o filme 4 vidas de um cachorro

A Perda de um animal de estimação e o filme 4 vidas de um cachorro No filme 4 vidas de um cachorro vemos a saga de um cach...