segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Prêmio Barueri de Literatura


O Mundo de Helena compartilha a cultura com um grande evento 



Prêmio Barueri de Literatura







No dia 14 de dezembro de 2017 aconteceu mais uma vez o Prêmio Barueri de Literatura, que já é uma tradição na cidade, todos os anos reconhecendo e premiando autores e talentos literários.
Contou com as modalidades conto e poesia infanto juvenil e maior de 18 e a categoria não residente.








Mais uma vez foi um evento bem sucedido, com a colaboração de um grande público e da secretaria de cultura de Barueri, apoio do Prefeito Rubens Furlan.








O resultado foi divulgado dia 24 de novembro pela página Cultura Barueri.


Veja aqui.


O juri foi representado pelo Secretário Jean Gaspar com os jurados participantes: Sra. Yolanda Glória, Sr. Cláudio Willer e Sr. Carlos Bicelli.







Segue abaixo os vencedores do “Prêmio Barueri de Literatura”:


Residente - Colocação - Nome da Obra/Autor




Infanto juvenil - Categoria: Conto

1º - “O mundo
dos sonhos”
Raquel Santos Daniel
2º - “Abraçando o sol”
Izabelly Cristina Santos
da Silva
3º - “Andar
noturno” Isabella de Lucena Leite
4º - “Salto alto" Laura Rodrigues
Gonçales
5º - “O mundo dos livros e dos loucos”
João Vinicius Santos
Bezerra



Acima de 18 anos - Categoria: Conto

1º - “Manequim”
Giovanna de Oliveira
Rubo Neves
2º - “Desconstruindo Gabriel”
Amanda Dourado Bueno
3º - “Não é real o suficiente”
Marcondes Pereira da Silva de Mesquita
4º - “Hamelet in love”
Jefferson da Costa Silva
5º - “Gaiola dos sonhos”
Wellington Lima de
Oliveira



Infanto juvenil - Categoria: Poesia

1º - “O nosso meio ambiente”
Isabella de Lucena Leite
2º - “Aquele
ou aquela” Leticia Azeneth Queiroz
Silva
3º - “A praia” Lorissa Prestes de
Albuquerque Marqui
4º - “Pena de morte” Alex Vinicius Costa da
Silva
5º - “Coisas bobas” Nayara Oliveira Cardoso



Acima de 18 anos - Categoria: Poesia

1º - “Palimpsesto brasiliano”
Gustavo de Souza Máximo
2º - “Quatro ponto zero”
Lourdes Ramos Viana da Silva
3º - “Era” Dalila Rocha Sousa (Helena Dalillah)
4º - “O silêncio da noite”
Luis Sombra de Sousa
5º - “Três rosas” Nilza Baia Guerra França



Categoria: Conto

1º - “Poema do amor sem título”
Luciano Cabral da Silva
2º - “O ditado”
Luiz Jorge Ferreira
3º - “Caçada”Tatiana Alves Soares
Caldas
4º - “Olá”
Edson José Marques Lustosa
5º - “Aquele
perfume” Grazielle Pacini Segeti



Categoria: Poesia

1º - “Ponta de cais”
Paulo Cesar Alves Monteiro
2º - “Poções”
Silvio Valentin Liorbano
3º - “O Olho”
Teresa Cristina do
Nascimento Bendini
4º - “Orar (o sexo)”
Lucas Jersy Portela Silva
5º - “Alcova”
Tatiana Alves Soares
Caldas



Durante a premiação o secretário de Cultura e Turismo, Jean Gaspar anunciou a criação do Clube de Leitores e Oficina de Escritores - para março de 2018.
Os vencedores junto ao Secretário Jean Gaspar:






A escritora e Poeta Helena Dalillah (Dalila R. Sousa) ficou  entre os 3 primeiros na categoria poesia maior de 18.










"É uma honra ter esse presente esse ano e o privilégio de fazer parte dessa seleção tão especial.
Quero agradecer a todos que me apoiaram até hoje com um simples incentivo: a leitura, que me mantem na estrada sem desistir.
Agradeço todo apoio a minha obra e ao Mundo de Helena
Esse prêmio é dedicado a todos vocês. 
Gratidão."

Helena Dalillah








Poema Premiado:








Copyright
Direitos reservados.  
A Lei de Direitos Autorais n° 9610/98, especialmente o Art. 29, expressa claramente a necessidade de autorização prévia do autor para utilização da obra, por quaisquer modalidades.

Aos autores pertence o direito exclusivo de publicação ou reprodução de suas obras.




*O Mundo de Helena agradece a todos que vem acompanhando nosso trabalho e que direta e indiretamente tem contribuído com nosso espaço e nossa jornada no mundo literário.
Recebam de volta toda a positividade enviada por vocês com os nossos sinceros agradecimentos a todos, por cada leitor.
Vocês são muito importantes para nós.*
OBRIGADO.



Cultura Barueri no Facebook


Mundo de Helena no Facebook


Leia mais de Helena Dalillah aqui




Até a próxima





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Somente um membro desse blog pode adicionar um comentário

A lógica ilógica de nosso ano de eleição

A lógica sem nexo do porquê algumas mulheres votam no fascismo O que aprendi com mulheres que votam no opressor ...